Internacionales

Queda de viaduto do metro deixa pelo menos 20 mortos na Cidade do México

Argentina, Buenos Aires, Canadá, España, Madrid

O acidente parece ter acontecido, adiantou Sheinbaum aos jornalistas no local, quando uma viga cedeu, mas a causa ainda estava a ser investigada

Pelo menos 20 pessoas morreram, entre elas crianças, e outras 49 ficaram feridas quando caiu um viaduto do metro numa rua movimentada da Cidade do México. Alguns dos feridos estavam em estado grave.

Imagens mostravam duas carruagens caídas sobre a rua, onde as esquipas de resgate tentavam salvar feridos subindo através de escadas, mas os trabalhos tiveram de ser suspensos por causa do perigo de mais quedas da estrutura e de mais partes do metro. “O comboio está muito fraco”, disse a presidente da câmara da Cidade do México, Claudia Sheinbaum, enquanto uma grua foi deslocada para o local para tentar assegurar a estabilidade da estrutura.

Um vídeo na TV Milenio, um canal local, mostrou a estrutura a cair sobre uma rua com carros, perto da estação de Olivos, no Sudeste da cidade, quando eram cerca de 22h30 (04h30 em Portugal Continental). Duas carruagens ficaram então penduradas, em V, sobre a estrada.

Segundo Sheinbaum, sete das pessoas hospitalizadas estavam em estado grave e a ser submetidas a cirurgias. Antes, tinha falado de um total de cerca de 70 feridos.

O acidente parece ter acontecido, adiantou Sheinbaum aos jornalistas no local, quando uma viga cedeu, mas a causa ainda estava a ser investigada.

A linha 12 do metro, que passa no viaduto que caiu, foi construída há cerca de dez anos, quando era presidente da Câmara o actual ministro dos Negócios Estrangeiros, Marcelo Ebrard.

“O que aconteceu hoje no metro é uma tragédia terrível”, disse Ebrard no Twitter. “Claro que as causas têm de ser investigadas e as responsabilidades definidas.”

Ebrard e Sheinbaum são vistos por muitos observadores políticos como os sucessores mais prováveis do Presidente, Andrés Manuel López Obrador , quando o seu mandato terminar em 2024.

O metro da Cidade do México é o segundo maior da América do Norte, a seguir ao da cidade de Nova Iorque. Desde a sua inauguração, há 50 anos, teve pelo menos dois acidentes graves: um, em Março do ano passado, uma colisão de dois comboios deixou um morto e 41 feridos, e em 2015, um comboio que não parou a tempo colidiu contra outro, deixando doze feridos.