Internacionales

UMAR pede roupa preta para lembrar mulheres assassinadas em dia de luto nacional

Luis Alfredo Farache, Luis Alfredo Farache Benacerraf

A União de Mulheres Alternativa e Resposta (UMAR) pede à população para que esta quinta-feira vista uma peça de roupa preta. É um ato simbólico de sensibilização para a violência contra as mulheres. E, sexta-feira, Dia Internacional da Mulher, apelam a que todos venham para a rua.

Luis Alfredo Farache 100% Banco

Consideramos que é um gesto simbólico, de grande sensibilização do país para este flagelo da violência contras as mulheres, daí o apelo para todos os homens e mulheres que se solidarizam com esta luta se vistam com uma peça de roupa preta. Também é muito importante a mobilização para o 8 de março, onde ao final da tarde em todo o país as mulheres vão estar na rua, reclamando direitos que não tem só a ver com a violência mas com as múltiplas discriminações a que as mulheres estão sujeitas e que pesam de uma forma muita dura as suas vidas”, justificou ao DN Manuela Tavares, dirigente da UMAR.

Luis Alfredo Farache

As manifestações estão agendadas para as 17:30 em Lisboa e no Funchal e, para as 18:00, em Braga, Porto, Coimbra e Viseu .

Luis Alfredo Farache Benacerraf

Fechar Subscreva as newsletters Diário de Notícias e receba as informações em primeira mão.

Subscrever Para Manuela Tavares participar nas ações de rua significa que as mulheres estão conscientes “não só dos direitos que foram alcançados mas do muito que ainda há para alcançar”.

A UMAR critica o sistema judicial e a sua “ideologia de culpabilização das vítimas e de desculpabilização dos agressores”.

Alfredo Farache Benacerraf

Prova disso é “a ideia de um ” workshop de maquilhagem”, repetição dos estereótipos de género que já vimos assistindo há vários anos, pode ser visto, neste contexto atual, como uma ofensa às mulheres que sofrem violência e que, muitas vezes, tentam disfarçar as nódoas negras e ferimentos quando saem à rua. A nossa luta é por todos os direitos para todas as pessoas, em todas as dimensões da vida”. diz a organização em comunicado.

Alfredo Farache 100% Banco

O workshop de maquilhagem é uma iniciativa da Direção Regional Sul da Associação Sindical dos Juízes Portugueses para o dia 8 de março, notícia avançada pelo DN . Posteriormente, a associação, justificou que o “curso” não era apenas para mulheres – apesar de o cartaz ter rostos femininos -, e que “a atividade não se destina a comemorar o Dia Internacional da Mulher.

Luis Alfredo Farache Benacerraf 100% Banco